Through The Looking-Glass

Para aqueles que quiserem chegar até mim, basta atravessar o espelho da realidade, e nos campos da insanidade me encontrarão...

"OPEN YOUR EYES AND DREAM"

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

INTRODUÇÃO

ou.... "Atravessando o espelho"



     Há muito tempo.... (mas não tanto assim), nasceu um garoto no Reino do Sol, aquele que dizem ser o lugar mais próximo do inferno.


     Ele era apenas um garoto comum, como tantos outros, até o dia em que uma semente das trevas caiu do céu, acertando o seu coração, germinando então e se espalhando por seu espírito.


     Logo ele trocou o dia pela noite, o Sol pela Lua, a sua vida simples e humana por uma mágica e um mundo invisível aos simples humanos.


     Pouco a pouco ele deixava de ser humano e passou a odiar esses seres. Passou de elemental a elfo, de elfo a vampiro, de vampiro a anjo negro. A escuridão em seu coração havia crescido e dominado seu espírito, ele havia se tornado o Príncipe da Escuridão.


     Então ele saiu do Reino do Sol, em busca de um lugar que o aceitasse. E a 300 dias dali, ele encontrou uma torre vazia, que lhe pareceu perfeita. E lá ele decidiu morar, e a chamou de Torre de Solidão. E em suas saídas ele fez vários amigos, e uma em especial iria mudar sua vida.


     A Princesa da Luz era a sua melhor amiga, a luz na sua escuridão, seu caminho para novos amigos e aventuras. E aos poucos, durante suas aventuras, essa luz purificava o coração do Príncipe da Escuridão.


     E com o coração purificado, ele passou a enxergar o amor. Passou a dar mais valor aos amigos e à vida. Mas seu espírito já havia se tornado parte da escuridão, e assim ele permaneceu, um ser da escuridão, um ser ser raça ou tribo. Ele era apenas ele mesmo, não pertencia mais a nenhum mundo, mas ao mesmo tempo pertencia a muitos.


     E assim a sua Torre de Solidão deixou de ser tão solitária. E nela passaram a frequentar outras criaturas incríveis, como uma elfa, uma lobisomem imortal, uma raposa mágica, um vampiro vegetariano e, principalmente, uma garota meio fada e meio gata, a Princesa da Luz, sua melhor amiga.


     Mas aos poucos os sentimentos dele pela Princesa da Luz foram mudando (ou será que sentimentos ocultos estariam se revelando?). E um dia ele percebeu que a amava não apenas como amiga, mas também de uma maneira diferente, especial.


     No início ele relutava, tentava ignorar esse sentimento, mas quando finalmente o aceitou, se deparou com um grande desafio: como iria contar isso a ela?


     E depois de um momento de coragem, ele entregou uma carta a sua amada, contendo os seus sentimentos por ela, e então fugiu e esperou ansiosamente pela resposta.


     A Princesa da Luz ainda estava confusa sobre seus sentimentos, e pediu que ele esperasse, mas aos poucos foi descobrindo e demonstrando o seu amor por ele. E assim o amor deles foi crescendo a cada dia. Agora estavam juntos, à sua maneira divertida e inocente.


     Mas, nesse ponto em que se encerra o relato, não posso dizer que eles viveram felizes para sempre...


     Por quê? É simples! Porque esse é o fim do texto, mas não da história, que continua acontecendo a cada dia, a cada hora, e só o destino sabe como ela acabará. Mas seja como for, será sempre uma história de muitas aventuras e grandes amizades, acima de tudo.



Próximo tema: Entrando num mundo de fantasia

2 comentários:

  1. Olá, sou Gabix. Seu blog é muito fofo. Estou seguindo o blog. Segue o meu?
    http://animerockn.blogspot.com/
    Tchau...

    ResponderExcluir
  2. Eu entendi cada uma das metáforas dessa história, e cada personagem (pelo menos os que conheço!)...E, muito embora eu também não conheça o futuro (destino), acredito que esta será uma bela história do início ao fim. Saudações ao Príncipe da Escuridão (nem tão escuridão assim) em busca da sua liberdade e de sua Luz.

    ResponderExcluir